::: Quanto deve durar uma Campanha? :::

Na lista de discussão do meu grupo um dos jogadores perguntou-me quanto tempo duraria a campanha. Com tantas tarefas a serem concluídas no mundo real, é fato que muitos rpgistas possuem pouca disponibilidade para esse amado hobbie. Quanto uma campanha deve durar?

A duração de uma campanha é algo difícil de ser contabilizada, já que ela depende de três fatores principais:

1) Tempo disponível para jogar.
2) Objetivo do grupo para a campanha.
3) Como o grupo deseja que seus personagens evoluam.

Todos esses fatores estão interligados, já que o tempo disponível para jogar é essencial para que a campanha transcorra sem grandes pulos. Por falar em pulos chegamos ao segundo fator, nele são definidos o que os jogadores querem com a campanha para seus personagens, a campanha é para vivenciar o crescimento dos personagens, saber o quanto eles sofreram para chegar em determinado nível, ou é com intenção de eles se tornem poderosos rapidamente?

Essa decisão influi no terceiro fator, pois se o objetivo for vivenciar o personagem, a campanha merece um detalhamento maior, tanto nos desafios quanto nos conflitos pessoais do personagem. Esse tipo de evolução é lenta, fazendo com que os jogadores saboreiem a personalidade do persona e entenda que ele não se tornou um herói por acaso.

Porém, se os jogadores decidem em obter personagens poderosos em curto tempo, todas as etapas são puladas. A cada sessão há

Diário de Campanha.

Ih... deu branco?.

o compromisso dos personagens evoluirem, pontos são distribuídos e há algum envolvimento, mas a verdadeira intenção é de ser mais combativo, aniquilar o oponente e fechar a estória. Esse tipo de campanha faz com que a evolução seja curta e até interessante do ponto de vista “ser poderoso”, mas provoca grandes furos na história. Um exemplo seria determinadas sessões onde a interpretação domina, uma festa no palácio de Yuden, os personagens lado a lado dos amigos  (ou inimigos) conhecendo suas opiniões sobre a guerra, a sessão termina. No início da próxima os jogadores recebem 10 a 15pp e passam de nível de poder (isso aconteceu muito na 2a fase da minha campanha que já dura 10 anos). Já ouvi falar que tal correria por pontos ocorreu pela “lentidão inicial” na evolução dos personagens, mas a verdade é que a intenção era a busca pelo poder.

Então, podemos perceber que a duração da campanha depende da intenção do grupo. Interpretação e evolução adequada (como nos romances), ou busca pelo poder com cenas focadas em grandes acontecimentos (animes e filmes). A segunda opção é mais comum em campanha criadas para serem curtas (Berserker, mesmo não sendo o fim no anime), a primeira os personagens crescem de acordo com a estória e sem atropelos (Dragon Ball, Avatar, etc)

Em uma campanha curta mesmo com cenas de pura interpretação os personagens são premiados muitos pontos de poder que visam a evolução em níveis. Em uma evolução mais lenta a premiação é dosada, permitindo aos jogadores gastarem seus pontos em outras características (Perícias, Feitos, quem diria ein?).

Lembrando que uma campanha narrada com liberdade de ações tende a ser mais lenta mesmo, já que os jogadores não são direcionados para que os grandes acontecimentos ocorram (animes e filmes novamente). Qualquer uma das duas opções pode ser divertida, obviamente cada uma tem consequências diferentes na narração da campanha.

Então, é isso aê galera! Espero comentários.

Abraços!!

Anúncios
Categorias: Super Dicas | 4 Comentários

Navegação de Posts

4 opiniões sobre “::: Quanto deve durar uma Campanha? :::

  1. Eu acho que a campanha deve durar enquanto o mestre e os jogadores quiserem narrar, e enquanto tiverem histórias a serem contadas para esse grupo. Jogo há 9 anos em OFF e 5 anos em ON uma campanha de D&D e nós simplesmente não sentimos que seja a hora de acabar.

    Claro que quanto mais livre a campanha (narrativa não-linear como diz o Valberto) maior a gama de histórias que podem ser contadas e mais tempo pode durar a campanha.

  2. Havoc

    O ponto mais importante em qualquer jogo é que o grupo tenha um objetivo. Ou melhor, que cada personagem tenha um objetivo diferente, mas que de maneira geral acabe convergindo pro objetivo do grupo. Personagens que não possuem uma objetivo definido acabam muitas vezes tornando os jogos ocos quando são minoria, e quando são maioria simplesmente não há o que jogar.

  3. Pingback: Comentando a Vizinhança, Pt. 2 « Lobos de Ferro

  4. Pingback: POP DICE » O que extrair do RPG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: